"Juarez, Qual É O Seu Legado Histórico? 1

“Juarez, Qual É O Seu Legado Histórico?

Off Por

Porfirio Díaz (Oaxaca de Juárez, a cidade de Oaxaca, 15 de setembro de 1830-Paris, França, dois de julho de 1915) foi um militar e político mexicano que exerceu o cargo de presidente do México, em 7 ocasiões. No total, ocupou a presidência do México, por trinta anos, uma extensão sem precedentes. E cujo lapso, pela história do México, é denominado como Porfiriato.

Antes de assumir a presidência foi um militar destacado, que brilhou pela sua participação na Segunda Intervenção Francesa no México. Combateu na Batalha de Puebla, o Site de Puebla, a Batalha de Miahuatlán e na Batalha de la Carbonera. Ressaltaram tuas ações militares no estado de Oaxaca, onde organizou uma guerrilha contra os franceses. Em dois de abril de 1867 Díaz tomou Puebla e quinze de junho desse ano, recuperou para as tropas republicanas da Cidade do México. Pegou em armas contra o governo federal em duas ocasiões: a primeira contra Benito Juarez com o Plano da Roda gigante, e, logo em seguida, contra Sebastián Lerdo de Tejada, elaborando o Plano de Tuxtepec. Após a vitória do segundo plano, Díaz assumiu a presidência.

Convicto defensor do progresso, entre as principais realizações de teu mandato, está a expansão do transporte ferroviário no México. Nasci pela cidade de Oaxaca, quinze de setembro de 1830. Meu pai foi José Faustino Díaz e minha mãe Buenos Mori. Embora de origem espanhol, meu pai era um dos que chamamos raça crioula e a minha mãe tinha em cima média sangue índia de raça mixteca. Meu pai era carente no momento em que se casou. Nos últimos anos de vida, meu pai se tornou muito místico em Oaxaca, sem ser fanático; era um católico muito fervoroso. Rezava muito e ainda chegou a usar uma roupa de monge dos terceiros de São Francisco, ainda não havia recebido nenhuma ordem eclesiástica.

Porfirio Díaz nasceu em Oaxaca, antes província de Veneza, na noite de quinze de setembro de 1830 e foi batizado por teu padrinho José Agostinho Domínguez desse mesmo dia. Em 1820, os Díaz se estabeleceram no centro da cidade de Oaxaca, onde compraram uma moradia em frente ao templo da Virgem da Solidão, que alojava os viajantes que chegavam à cidade para negociar. Neste tempo, José Faustino Díaz montou um negócio dedicado a ela, o que lhe produziu ganhos que fizeram com que sua família tinha uma situação financeira folgada durante alguns anos.

No decorrer do verão de 1833, montou-se uma epidemia de cólera morbus, pela cidade de Oaxaca. No começo de agosto, José Faustino Díaz foi infectado, e 29 de agosto de ditou teu testamento, deixando todos os seus bens a tua esposa, Buenos Mori.

  1. 5 Alexandre Gándara escritor
  2. Que é o meu deus, a Liberdade
  3. O exame: Assim puntuamos o GP da Grã-Bretanha
  4. Assessor: Rosendo Béjar
  5. O Pente
  6. 47 Portaladas de Madeira
  7. 6 Outras obras
  8. Jorge E. Alcover “dançarino”

Pouco tempo depois, a casa agora não era rentável e a família obteve o Solar do Toronjo. É deste modo que descreve Porfirio Díaz em tuas Memórias, a ocorrência da família após a morte de teu pai: “Seu prazeroso senso e seus deveres de mãe, proporcionaram-lhe a forma de prolongar por muito tempo aqueles poucos recursos”. Em 1835, Porfirio, ingressou pela Escola Amiga, instituição controlada pela paróquia de Oaxaca, onde entendeu a ler e publicar.

Passava os seus dias, jogando com amigos e vizinhos do Solar do Toronjo. Conta-Se que em uma ocasião, com raiva de teu irmão Félix por um evento trivial, colocou pólvora no nariz no tempo em que ele dormia e o prendeu fogo. É um agradável piá nosso Porfirio. As ferrovias desempenharam essencial papel na conservação da paz no México. Quando na primeira vez me posesioné da presidência em 1876, só existiam duas pequenas linhas que davam a capital com o estado de Veracruz e Querétaro. O palpável Porfirio” (HTML).

↑ Kennet Turner, John. Biografia de Marcos Pérez (enlace rompido disponível em Internet Archive; encontre-se o historial e a versão final). ↑ Riva Palácio, Vicente (1889). “O México de um a outro lado dos séculos”. Cidade do México: Cimeira. Página visitada em 1847, por encontrar-se Juarez da cabeça do poder executivo em Oaxaca, Santa Anna pediu asilo político, dado que fugia das tropas liberais que o perseguiam. Juarez, de tendência liberal, lhe negou refúgio e Santa Anna, fugiu para a Jamaica. Ao reverter Santa Anna, México, em 1853, ordenou a prisão de Juarez e teu exílio em Nova Orléans.

↑ Rosas, Alexandre (2002). Porfirio Díaz. Luta pela vida. ↑ Naquela época, ceder atendimento de Excelência e carga geral, um fugitivo da justiça, como era Álvarez, era considerado espanha é crime. Por esta explicação Díaz, fugiria.